novembro

28

1ª Conf. Eficiência Energética e Gestão de Topo

A ccenergia levou em frente um projeto que mantinha na gaveta há diversos anos. Realizar um evento que conte com os principais decisores, institucionais e privados, no domínio da indústria nacional e o tema que é o seu foco de atividade: Eficiência Energética.

O setor industrial nacional tem sofrido alterações de relevo, tanto a nível tecnológico, fundamental para a diferenciação do setor, mas principalmente no domínio da gestão profissional e focada em resultados.

De fato esta gestão tem enormes desafios e está a enfrentá-los sem receios, fruto das dificuldades de mercado, à crise financeira, que assolou a Europa e outros continentes, à globalização dos mercados e à necessidade de restruturação da oferta e sua colocação em mercados altamente competitivos.

A gestão e a industria nacional sofrem todos os dias com um passado que necessita ser transformado, num valor e resultado seguro, para um futuro melhor. Futuro que está nas mãos dos decisores atuais e que necessitam de ferramentas que os ajudem a ser competitivos e assertivos, no âmbito da mudança e no aumento de competitividade dos seus negócios.

A conferência realizada a 25 de outubro de 2016 no Auditório da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, com a presença de mais de 100 participantes, contou com o apoio institucional da Camara Municipal de Rio Maior desde o primeiro momento. A sua Presidente, Dra. Isaura Morais, abriu a conferência focada em trazer para Rio Maior temas relevantes e que contribuam para aumento de competitividade da sua região, onde é autarca, e projetar esses resultados a nível nacional. As presenças confirmadas no auditório e as intervenções dos oradores iriam confirmar esta orientação.

O evento contou, no grupo de oradores, com instituições politicas e privadas. O Secretário de Estado da Energia, Dr. Jorge Seguro Sanches, deu o seu apoio e marcou a sua presença através da sua adjunta, Dra. Maria João Coelho. A sua intervenção foi focada no que a Eficiência Energética pode trazer para o aumento de competitividade do setor e quais os apoios governamentais disponíveis a dar impacte, neste arranque de nova legislatura.

O Eng.º Carlos Pimparel, da Direção Geral da Energia e Geologia, elaborou um retrato institucional de como está o mercado nacional no domínio da eficiência, a legislação em vigor e o relevo que esta tem para os decisores e gestão atual da industria nacional. Elaborou também um fluxo de atividade a fazer na Eficiência Energética, no domínio técnico, para que os gestores presentes, o possam utilizar e racionalizar em decisões eficazes para as suas organizações.

Um dos oradores presentes, nesta tarde dedicada à gestão na Eficiência Energética, foi um dos seus atores principais e claramente um gestor de topo, pela presença do Eng.º João Tavares, Administrador da Renova, marca que tem primado pela inovação e competitividade no mercado onde se encontra, tanto a nível nacional como internacional. Para a competitividade e os resultados da Renova, o contributo dos projetos de investimento em eficiência energética, são importantes e decisivos, na redução de custos da sua fatura de energia. O investimento e os projetos de eficiência energética foram alvo na apresentação, bem como os resultados e o contributo dos mesmos para a continuação no investimento nestes projetos. Validou as etapas de sucesso nos projetos e referiu o que é importante fazer para obter resultados: envolvimento da gestão nos projetos de investimento em eficiência energética como fator de decisivo para o impacte no negócio de qualquer indústria.

De fato, a ccenergia veio validar este apontamento, com a apresentação da sua proposta integrada de Serviços de Eficiência Energética, que resulta da experiência de 12 anos no mercado: Auditoria – Informação – Monitorização – Diagnósticos direcionados – Projeto energético – Implementação da solução – Garantia de Performance. Os sócios gerentes Nuno Costa e David Cravo, deram o seu contributo com as ferramentas necessárias para as industrias nacionais conseguirem levar em frente investimentos rentáveis no negócio da Eficiência Energética. Rentabilizar o investimento feito, através da gestão do ativo financeiro que é o resultado da poupança no projeto de eficiência energética, com impacto direto nos resultados e negócio da industria. A sua experiência permite validar este conceito e pô-lo no mercado, com resultados de milhões de euros em poupança e rentabilidade nas industrias onde a ccenergia atua.

O Eng.º José Costa Pereira, da Galp, esteve presente como orador a apresentar a sua empresa como parceiro no desenvolvimento de projetos de Eficiência Energética. Sustentou a sua apresentação no aumento dos custos da energia e na análise do mercado internacional dos custos da mesma. A gestão tem de possuir informação validada e claro conhecimento de quem são as empresas que podem financiar e executar trabalhos neste domínio.

A Siemens, com a Eng.º Catarina Contente, parceiro tecnológico da ccenergia e um dos principais dinamizadores mundiais no domínio da engenharia, trouxe o seu contributo no projeto que já é uma realidade europeia e começa a dar passos significativos a nível nacional, com a Industria 4.0.

A Eficiência Energética, os processos tecnológicos e a avaliação dos resultados, estão em linha com o que se pretendia com esta conferência. Trazer ao mercado nacional, aqueles que realmente têm na mão o mercado e a decisão de investir na eficiência energética, com a demonstração do impacte nos resultados financeiros e operacionais das empresas.

Caminho este que foi alvo de várias intervenções durante o debate, onde as questões em torno de investimento, rentabilidade, modelo de negócio e resultados, foram uma constante em todas as interpelações aos oradores por todos os participantes da conferência.

O negócio eficiência energética está bem vivo e com elevada rentabilidade para todos aqueles que o entendem e fazem a gestão de topo o seu dia-a-dia. De facto decidir, requer conhecer os dados que são importantes e analisar os resultados do investimento, que tenham a rentabilidade necessária para os seus investidores e na medição constante do seu impacte no negócio.

A Eficiência Energética é um negócio que gera rentabilidades elevadas aos seus investidores. Essa rentabilidade aumenta significativamente quando temos gestores que conhecem esta realidade, os intervenientes e parceiros certos, e o impacte que tem a Eficiência Energética nos resultados da sua empresa.

O sucesso da conferência, que voltará com a sua 2ª edição em 2017, está em reunir todos os intervenientes que tem o entendimento do negócio e dos resultados que parceiros e gestores competentes, podem trazer ao mercado dos projetos e serviços de engenharia de Eficiência Energética Nacional e Internacional.



Proposta Integrada de Serviços Eficiência Energética da ccenergia








Gestão e a Eficiência Energética: comparativo de indicadores negócio

 

 

CLIQUE AQUI PARA DOWNLOAD DE TODAS AS FOTOS DA CONFERÊNCIA

 

voltar