outubro

23

Acordo de Paris como catalisador da economia e do investimento verde

O Acordo de Paris foi assinado por 197 países, que concordaram em desenvolver esforços para que as emissões de CO2 decorrentes das atividades humanas sejam nulas no final do século XXI. No entanto, para que tal aconteça, cabe aos países tomar atitudes:

  • Passagem gradual do mix energético do país para energias renováveis;
  • Aumento da eficiência energética;
  • Aumento do sequestro biológico do CO2 através das florestas e agricultura.

 

Para que este seja cumprido, as empresas terão de se reinventar nos processos, produtos e serviços, o que coloca pelo menos três desafios globais:

  • Como inovar para anular as emissões de CO2 decorrentes da produção?
  • Como incorporar práticas de gestão humanista na empresa que terá uma fortíssima componente tecnológica?
  • Como obter o financiamento necessário a esta transição?

 

E porquê as empresas?

Porque se por exemplo, o país ao aumentar as fontes de energia renováveis, a eletrificação passar a fazer sentido, passando muitos outros setores a ter de adaptar as suas máquinas de produção à eletricidade em detrimento de outro tipo de energia que estejam a utilizar.

Já na eficiência energética, as empresas são chamadas a diminuir o consumo de energia através do desenvolvimento de processos, produtos e máquinas mais eficientes, assim como os materiais de construção, veículos, grandes sistemas de vapor nas indústrias, robotização, etc, passando a fazer mais sentido vender um serviço em vez de um bem, como por exemplo um serviço de mobilidade em vez de vender carros, medidas de redução de energia para uma dada área em vez de apenas atualizar o material, etc.

E como não é possível anular totalmente as emissões de CO2, é essencial criar um mercado que valorize a capacidade da terra em sequestrar o CO2, quer através da plantação e gestão da floresta quer da agricultura.

 

 

Na ccenergia a eficiência energética é o nosso dia-a-dia. Apostamos na inovação e no sucesso dos nossos clientes.

 Se pretende investir em eficiência consulte-nos, invista connosco.

 

Para receber mais notícias de uma forma periódica subescreva a nossa Newsletter!

 

 

Fonte: https://www.dinheirovivo.pt/meet-2030/acordo-de-paris-como-catalisador-da-economia-e-do-investimento-verde/

voltar