outubro

12

Caminhamos para um mundo sem dinheiro?

Cada vez mais os consumidores privilegiam  as transações digitais ao dinheiro físico para completar todas as suas compras. Deste modo muitos se perguntam se é possível uma sociedade totalmente sem dinheiro físico!

Exemplo disso é a India que no ano passado retirou de circulação as notas de maior valor, não sendo, no entanto, bem aceite pela população mais pobre que ainda depende do dinheiro em notas e moedas para pagar as suas compras.

 

Um exemplo bem-sucedido da procura por uma sociedade sem dinheiro vem da Coreia do Sul, onde um investigador do instituto da pesquisa económica da Coreia afirma que se a Coreia do Sul abandonar o dinheiro em espécie, pode obter 1,2% de crescimento econômico adicional por ano. Tendo este estudo como mote, o governo quer eliminar até 2020 todas as moedas em circulação no país. Esta ação é também baseada na baixa utilização de pagamentos em dinheiro, apenas 20%, e por uma das maiores taxas de catões por cidadão, 1,9 cartões/pessoa.

 

Mas que vantagens pode trazer este sistema?

  • As transações digitais implicam registos mais rigorosos da atividade dos consumidores e das empresas, passando a ser mais fácil detetar fraudes;
  • Deixa de existir custos com a emissão de dinheiro, tais como moedas e notas, passam aser mais eficientes;
  • Transações passam a ser mais seguras e fáceis.

 

Apesar de todos os indícios mostrarem que caminhamos para uma sociedade sem dinheiro será possível mudar mentalidades no que toca ao uso de dinheiro em ambientes tradicionais tais como mercados e igrejas?

 

 

Na ccenergia apostamos na inovação e vanguarda tecnológica.

 

Se quer ficar a saber as mais refentes novidades sobre eficiência e tecnologia, contacte-nos.

 

Para receber mais notícias de uma forma periódica subescreva a nossa Newsletter!

 

 

Fontes:  http://executivedigest.pt/executive-digest/noticias/2017/08/28/17804/​   https://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/12/coreia-do-sul-caminha-sociedade-sem-dinheiro.html

voltar